jusbrasil.com.br
20 de Janeiro de 2022

Cidadão pode checar registro de nascimento e de óbito pela internet

Conselho Nacional de Justiça
há 7 anos

Cidado pode checar registro de nascimento e de bito pela internet

Desde 26 de janeiro, informações sobre registros de nascimentos e óbitos poderão ser consultadas de forma online e gratuita pela meio da página da Corregedoria-Geral da Justiça do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) na internet ( http://cgj.tjrj.jus.br). Com a ferramenta, será possível localizar em qual Serviço Extrajudicial se encontra o registro de nascimento ou óbito, facilitando assim a obtenção de segundas vias de certidões.

O sistema permite aos cidadãos, aos órgãos judiciais e demais órgãos públicos a obtenção de informações relativas a registros de nascimento e óbito realizados em todo o estado desde agosto de 2007. De posse da informação sobre a origem do registro, o usuário pode dirigir-se a qualquer Serviço de Registro Civil de Pessoas Naturais para solicitar a certidão desejada.

O banco de dados foi implementado pela Corregedoria em 2010, permitindo aos magistrados a localização de registros de nascimento e óbito para instrução de processos judiciais, cíveis ou criminais. Agora, ele está disponível a toda a população.

Passo a passo - Para que o cidadão realize a consulta ao Banco de Nascimento e Óbito, é necessário informar os dados relativos ao nome da pessoa, ao nome da mãe, ao nome do pai, à data de nascimento, à data de óbito ou ao CPF. A consulta deve ser feita diretamente pela página da Corregedoria-Geral da Justiça, por meio do ícone de acesso rápido ou pela opção "Extrajudicial – Para o Cidadão".

O Banco de Nascimento e Óbito apresenta-se como importante ferramenta de acesso à cidadania, permitindo a localização de informações sobre registros de nascimento e de óbito. É de grande utilidade em calamidades públicas e para obtenção de cidadania estrangeira, por meio da localização de registros de antepassados. Auxilia também órgãos públicos na apuração de fraudes que possam envolver duplicidade de informação, identificação de dado já existente e fraude no registro tardio de alguém já registrado.

Fonte: TJRJ

Siga o CNJ:

24 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

O Rio de Janeiro, terra de gente boa, e falido por conta dos maus políticos, que enriquecem às custas do trabalho árduo e duro da população.
Entretanto conseguiu criar um sistema de busca de informações de certidão de nascimento, casamentos e óbitos.
São Paulo, tão rico e incompetente.
Não se consegue busca à cerca de informações sobre óbitos, casamentos e nascimentos, e as poucas "vias" existentes, são pagas e caras....!
Parabéns Rio continuar lendo

vou agora pesquisar e espero não concordar com vc.

A cada dia, as informações informam avanço, quando na verdade
o que temos é dificuldade para obtermos documentos e informações
e um grande retrocesso em todos os aspectos, eqto a tecnologia avança
relegando a incompetentes e miseráveis os cidadãos com estudo ou analfabeto.

com 81 ainda tenho esperança de ver antes de morrer um Brsil melhor.... continuar lendo

A surpresa maior é quando descobrimos que no banco de dados só existem documentos de 2007 em diante !!!!! continuar lendo

E os anteriores, meu pai? continuar lendo

Boa tarde tudo bem Você e Familiares Torres Piauí Parnaíba continuar lendo

sou de SP e estou tendo dificuldade de encontrar um site gratuito desses por aqui continuar lendo

Sou de SP, eu só tenho o nome do meu avô, bizavó e trizavô, e sei o local de nascimento e óbito, mas não tenho informações de data de nascimento, data de óbito. Como eu faço para conseguir essas informações, alguém consegue me ajudar? continuar lendo

Juliana Nascimento .... se vc tem o local de nascimento ou óbito... procure o Cartório destes locais... Boa Sorte continuar lendo

Então verifique o local de nascimento, ou se dirija ao Poupatempo... consegui RG do meu irmão continuar lendo

Já tentou o www.familysearch.org? continuar lendo